Exercício é remédio!

Imprimir
Escrito por Instituto Bios

Há 2400 anos, Hipócrates já afirmava: "o que é utilizado, desenvolve-se, o que não é, desgasta-se…. se houver alguma deficiência de alimento e exercício, o corpo adoecerá".

Hoje , todos os estudos epidemiológicos e estatísticos demostram a veracidade das palavras do pai da medicina. A inatividade e o sedentarismo aumentam incrivelmente a incidência de doenças (doença coronariana em 45%, infarto agudo do miocárdio em 60% , hipertensão arterial em 30%, câncer de cólon 41%, câncer de mama 31%, diabetes tipo 2 50% e osteoporose em 59%).

Além disto, a inatividade e sedentarismo estão relacionadas ao aumento da mortalidade, obesidade, maior incidência de queda e debilidade física em idosos, dislipidemia, depressão, ansiedade e alterações do humor.

E atenção, isto não ocorre apenas em adultos e idosos. Em crianças e adolescentes o sedentarismo é também considerado o PRINCIPAL fator responsável pelo aumento na incidência de obesidade juvenil, sendo um agravante importante no estado geral de saúde em crianças e adolescentes levando a doenças cardiovasculares, renais endócrinas, neuromusculares e osteoarticulares.

Sem sombra de duvida o sedentarismo é um dos maiores problemas de saúde publica hoje, especialmente quando sabemos que 70% da população adulta não atinge os níveis mínimos recomendados de atividade física que são:

Para enfrentar este quadro altamente desfavorável, varias entidades e colegiados internacionais e nacionais como a Associação americana de cardiologia, Associação europeia de cardiologia, Colégio americano de medicina do esporte, SBMEE, iniciaram uma campanha defendendo e divulgando o exercício como um “remédio” através do lema "exercise is medicine”.

O exercício físico tem uma ação terapêutica sobre o corpo que é única. Ele somente não age sobre o os órgãos sensoriais, ou pelo menos AINDA não foi detectada esta ação até o momento. TODOS os outros sistemas do corpo humano SÃO BENEFICIADOS pela prática regular do exercício físico.

Vamos citar rapidamente os efeitos do exercício nos diversos sistemas:


Obviamente ainda existe muito a ser estudado e apreendido, no entanto a mudança de parâmetros nos últimos 40 anos é evidente. Os mais velhos sabem e viram nas suas infâncias e juventudes pessoas doentes sendo cercadas de cuidados entre eles: o REPOUSO. É claro que o repouso é importante. No entanto o REPOUSO ABSOLUTO que a quase totalidade das doenças prescrevia mudou, e mudou radicalmente!

Hoje e tenho absoluta certeza de que cada vez mais se compreenderá e se colocará em pratica o lema:

Exercise is medicine

Exercício é remédio

E por ser uma medicação procure o seu médico para que ele possa prescrevê-lo de forma adequada as SUAS necessidades e capacidades.

E procure um lugar adequado para executá-lo com a máxima eficiência e segurança!

Fonte: Instituto Bios(http://www.institutobios.com/filosofia-bios/exercicio-e-remedio).